A Sangue Frio

O livro A Sangue Frio se constrói a partir de uma investigação feita por Truman Capote sobre uma família que foi assassinada em 1959 em Holcomb, uma cidade de 270 pessoas no Kansas, Estados Unidos. Logo no começo o autor apresenta a família Clutter – o fazendeiro Herb, a mulher Bonnie, e os filhos adolescentes Nancy e Kenyon. Ricos, religiosos e muito amados na cidade, eles são vítimas de um crime brutal. Em uma noite de sábado, a casa deles foi invadida por dois homens, Perry Smith e Dick Hikcock.  No dia seguinte, os corpos dos quatro integrantes da família são encontrados amarrados, um em cada cômodo, e todos com um tiro na cabeça. Nenhum objeto de valor foi levado da casa (apenas um binóculo, um rádio e 40 dólares), o que faz o motivo do crime ser uma incógnita.

É essa curiosidade que nos prende à leitura e, com o perdão do trocadilho, nos faz ficar com o sangue quente. Um mês depois do assassinato, remexendo em jornais e documentos, e, principalmente, fazendo entrevistas, é que Capote teve base para desenvolver a narrativa. Há quem interprete o modo de escrever extremamente detalhista do autor, como um estilo cansativo. Mas, na verdade, é isso que nos faz ficar próximos dos fatos narrados. O perfil psicológico das personagens, junto com as suas trajetórias de vida (da infância ao crime), são construídas com tal perfeição que nos faz criar uma certa empatia até com os assassinos.

E é essa uma das únicas críticas que esse livro recebeu. Por ter tido uma suposta relação amorosa com Perry Smith, o escritor acaba não fazendo uma descrição imparcial dele. Conseguir humanizar a figura de um homicida, entretanto, não é tarefa que qualquer um conseguiria realizar.

Na verdade, Capote também dá uma aula de jornalismo ao relatar que fez as entrevistas sem o uso do gravador, a exemplo do escritor Gay Talease, em Fama e Anonimato. Ao conversar com os facínoras e seus familiares, com os policiais e pessoas próximas à família Clutter, o escritor se ateve à minúcia de seus comportamentos.

A Sangue Frio é um marco na história do jornalismo literário. O leitor não deve estranhar se ficar fascinado por esses personagens. Difícil é manter o sangue frio no final da leitura.

A Sangue Frio
CAPOTE, Truman

Companhia das Letras
440 páginas
R$60,00

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s